Financiamento Coletivo Novidades Urso

Vênus Johnson, a primeira detetive negra

Muitas mulheres autoras e personagens foram sendo esquecidas pela história, não tendo seus livros republicados ou divulgados e fazendo com que muitos leitores atuais as desconheçam completamente.

A coleção Senhorita Detetive vem resgatá-las com o seu apoio!

Após o financiamento bem sucedido do livro “As aventuras da senhorita detetive Loveday Brooke” de Catherine L. Pirkis pelo Catarse, percebemos o quanto a literatura de mistério perde ao não divulgar as obras de incríveis escritoras do século XIX e início do XX.

Existem muito mais autoras e personagens detetives do que nos fazem pensar, e que, ao contrário do que se esperaria, foram SIM muito bem vendidas e famosas em suas épocas!

Prepare-se para o resgate! E no segundo livro dessa coleção o resgate vai além da autoria e protagonismo feminino.

A filha de Hagar, quem é Vênus Johnson?

A filha de Hagar, uma história sulista de preconceito de castas é o segundo livro da autora Paulina E. Hopkins que foi lançado em capítulos pela revista The Colored American Magazine entre 1901 e 1902.

A obra evidencia o apurado senso de história de Hopkins, uso de vários gêneros literários (é um livro de mistério, mas ainda segue uma fórmula precursora muito conhecida como romance sensacionalista, além de alguns toques góticos devido à essa influência), ênfase em papéis de gênero e envolvimento político, fornecem um retrato bem feito da autora e sua época.

O romance apresenta identidades ocultas, revelações dramáticas e extraordinárias reviravoltas na trama, incluindo um julgamento de assassinato, uma trama de sequestro e uma sucessão constante de surpresas enquanto a empregada negra Venus Johnson, uma jovem valente e observadora, se disfarça de homem para resolver uma série de mistérios.

Em relação à trama, Vênus tem papel significativo e central na narrativa, carregando conceitos explorados pela autora durante toda a trama, relacionados à sociedade e às questões raciais, muito embora a personagem em si não seja central. No entanto esta obra merece o destaque por trazer a primeira mulher detetive negra da literatura de mistério americana.

Hopkins questiona história, sociedade, raça e gênero com perspicácia, e o faz em meio às convenções da ficção popular ao se consagrar como uma relevante autora negra de mistério.

Além disso, sua autora, Pauline Elizabeth Hopkins (1859 – 1930) foi uma proeminente escritora, jornalista, dramaturga, historiadora e editora afro-americana. É considerada uma pioneira no uso do romance para explorar temas sociais e raciais pertinentes de sua época.

O projeto prevê recompensas exclusivas para os apoiadores no Catarse! O destaque vai pra coleção de 10 cards ilustrados que trazem as detetives mulheres da ficção, escolhidas pela renomada escritora de thrillers Cláudia Lemes.

A edição em capa dura é limitada, tendo como foco os apoiadores do projeto! Confira algumas recompensas:

Livro em CAPA DURA: O livro em sua versão de luxo, com capa dura, guarda colorida personalizada, fitilho de cetim para marcar páginas e verniz localizado, seguindo o padrão pensado para a coleção Senhorita Detetive.

Livro em capa cartão: Uma versão mais simples do livro, mais acessível em capa cartão.

Marcador colorido: todos os livros vêm com marcador colorido frente e verso.

Marcador magnético: marcador magnético medindo 4x5cm com estampa exclusiva!

Tote bag “Senhorita Detetive”: Estampada em sublimação e forro em nylon 600, o que a deixa estruturada e impermeável, em tamanho 26×26 (medidas podem ser alteradas levemente devido à costura)


RECOMPENSAS EXCLUSIVAS PARA APOIADORES DO CATARSE

Entre as recompensas, algumas delas depois podem ir para a lojinha virtual da editora, entretanto, algumas delas são exclusivas para quem apoiou no catarse e ajudou o livro a existir! Confira quais são:

Button “Fight like a victorian lady”: button com estampa exclusiva medindo 4x4cm

Colar com relicário: Uma das palavras chave deste livro é herança. Item importado, um colar com um relicário, que serve para guardar até 4 fotos.

Sticker “Vênus Johnson”: Sticker exclusivo com a detetive Vênus Johnson. Design por Daniél Silvestre.

Sticker “Loveday Brooke”: Sticker especial com design de Daniél Silvestre que vai também em algumas recompensas para os apoiadores da campanha da Loveday Brooke que também apoiarem este projeto! ♥

Cards “Mulheres detetives da ficção”: Cláudia Lemes é autora de vários livros de sucesso no Brasil, nos quais explora o gênero do mistério (thriller), é também uma das fundadoras da ABERST (associação Brasileira de escritores de suspense e terror). Ela fez uma seleção de 10 mulheres detetives da ficção que a inspiraram e que também sem duvida podem ter sido inspiradas pelas suas precursoras do século XIX e XX. Os cards são exclusivos para apoiadores do catarse e ilustrados por Lua Bueno Cyríaco.

O projeto está como flex, entretanto prevê uma tiragem limitada de capa dura quase exclusiva para os apoiadores. Então não perca essa chance, o projeto fica no ar somente até o dia 30 de abril.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *